18 de mar de 2016

CRISE X ORAÇÃO

Minha gente, é do conhecimento de todos a grave crise politica e econômica que avassala o Brasil. Com ela, vem de reboque, a crise espiritual. É uma crise infecto-contagiante. Abala as estruturas sociais e espirituais da Nação.




Como nos tempos bíblicos, o povo de Deus enfrentou crises, algumas sem precedentes na história. Contudo o Senhor deu Vitória ao Seu povo. Entretanto não é hora de desanimar. 
O Deus Eterno, Rei das nações, tem o controle de todas as coisas, ainda que não possamos enxergar com os olhos e percepção humanos. Ele usa homens e mulheres que não são do seu aprisco, para conceder a bênção e a vitória a nação. O tumor da corrupção está sendo expurgado, através de ações e decretos divinos, que nem imaginamos.
E não só acontece na nação brasileira, é só dá uma olhada no cenário mundial. Evidentemente, que a Bíblia - a Palavra de Deus - está se cumprindo. É mister que se cumpra.
Como cidadãos brasileiros reivindicamos a cidadania, o fim da corrupção, a estabilidade econômica e política. Mas, como cidadãos do céus, reivindicamos o favor de Deus sobre todos nós.
Nesse momento de tensão e crise, é preciso que cada um, cristãos ou não, unamos numa corrente de oração pela Pátria brasileira e pelas nações do mundo. Pelas autoridades constituídas do Executivo,Legislativo e do Judiciário. Inclusive pelos participantes das manifestações de protestos e autoridades policiais (PF, PC e PM) para que cada um exerça o seu papel dentro dos ditames da lei.
Hoje, nossas orações sejam focadas sobre o Poder Legislativo Federal (Câmara e Senado) e a Suprema Corte (STF) que estarão julgando o impeachment da Presidente Dilma Rousseff.
Oremos pela paz em nosso país. Oremos por dias melhores.
Amém.

27 de jan de 2016

Em quem devemos “apostar as nossas fichas”?


“Apostar as fichas” é um termo muito usado no dia a dia, entre os jogadores, entre os que apostam em seus interesses pessoais, àqueles que confiam em determinada atuação e desempenho de uma pessoa. Enfim uma gama de possibilidades para a frase ser aplicada.


Em quem devemos “apostar as nossas fichas”?